Envenenamento por sapos: sabia que os sapos podem ser tóxicos?
dezembro 2018

Envenenamento por sapos

Sabia que os sapos podem ser tóxicos?

Existem várias espécies de sapo e são animais que se encontram de norte a sul do país, podendo viver em zonas húmidas, secas, com grande densidade de vegetação ou na ausência desta, em meios mais rurais e naturais, até meios cultivados ou próximos de áreas habitadas.

Estes animais produzem um veneno de aspecto leitoso que os protege contra parasitas e predadores. Os sapos (família Bufonidae) têm fraca aptidão para o salto, não apresentando reacção de fuga quando predados, o que faz com que a produção de veneno seja a seu mecanismo mais eficaz de protecção contra predadores. Outros mecanismos incluem o esvaziamento da bexiga e a insuflação dos pulmões (para fazerem de conta que afinal são muito grandes!)

Os cães estão mais expostos ao contacto do que os gatos, porque são mais curiosos e, em simultâneo, menos cuidadosos.

A gravidade do quadro de contacto varia consoante a duração do mesmo e o porte do animal afectado.

Os sintomas do trato digestivo mais comuns são o aumento de produção de saliva, vómito, diarreia, inflamação das gengivas e recusa da comida. Sinais neurológicos mais comuns são midríase fixa (dilatação da pupila ocular), nistagmus (movimentações repetidas e involuntárias rítmicas do olho), prostração, aumento da frequência respiratória, rigidez muscular (nomeadamente da zona do pescoço) e desorientação. Menos frequentes são excitação, paralisia muscular progressiva, cegueira e vocalização (o animal chora ou gane).

A gravidade do envenenamento pode ser ligeira, moderada ou grave, sendo motivo de consulta médico-veterinária de urgência.

Foto: Casal de sapos comuns (Bufo spinosus) http://www.mitra-nature.uevora.pt

Baseado em: Magro, C. - PROTOCOLOS DE ATUAÇÃO EM INTOXICAÇÕES DE CÃES E GATOS POR ZOOTOXINAS DA FAUNA VENENOSA PORTUGUESA. (2017) Lisboa- UTL Repository

OS NOSSOS SERVIÇOS
  • ANÁLISES CLINICAS
  • CARDIOLOGIA
  • CIRURGIA
  • DERMATOLOGIA
  • DOMICÍLIOS
  • MEDICINA INTERNA
  • OFTALMOLOGIA
  • ODONTOLOGIA
  • ORTOPEDIA
  • PROFILAXIA
  • RADIOGRAFIA/ECOGRAFIA
  • TOSQUIAS E BANHOS
252 641 358
 HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO 
Segunda a sexta-feira
9:30 às 13 horas
14:30 às 19 horas
 
Sábado
  10 às 13 horas  
15 às 18 horas
 ATENDIMENTO MEDIANTE MARCAÇÃO